• Wishe

Amyi: autoconhecimento e cuidado através do olfato

Atualizado: Nov 19

Após mais de 15 anos atuando no mercado de beleza e vivenciando trajetórias distintas, mas complementares, Luciana Guidi e Larissa Mota resolveram apostar no sonho de revolucionar o segmento de perfumaria no Brasil e criaram a Amyi. A ideia da startup surgiu da insatisfação das empreendedoras com a maneira como empresas e marcas da indústria lidam com a inovação real, deixando de lado a essência do consumidor, seus anseios e emoções na hora de escolher perfumes.

Vivencie, aprenda e escolha

“O brasileiro é apaixonado por perfume. Nossa cultura de higiene, banhos e cheiros é única. Temos tudo para transformar o país no palco central da mais alta perfumaria e não conseguimos aceitar que o segundo maior mercado do mundo ainda não seja referência criativa na alta perfumaria”, afirma Larissa Mota, cofundadora e CEO da Amyi.


Mas como inovar num mercado formado por grandes marcas e produções massivas? “Buscamos unir perfumes de alta qualidade a uma jornada sensorial e educativa pelo universo da perfumaria por meio de uma plataforma online. Nosso desafio era criar algo totalmente novo, uma experiência que proporcionasse ao consumidor mais conexão com sua essência e mais verdade de consumo”, completa Luciana Guidi, cofundadora e CMO da Amyi.

As empreendedoras têm uma vasta experiência profissional no segmento de beleza e suas vivências pessoais foram fundamentais para encontrar na perfumaria seus propósitos de vida.


“A paixão pelo universo de beleza me acompanha desde sempre, mas foi a passagem pela Givaudan, uma das maiores casas de fragrâncias do mundo, em Nova York, que despertou a vontade de inovar e levar para o Brasil o aprendizado vivido ao lado de grandes perfumistas e profissionais da área”, conta Larissa Mota. A oportunidade surgiu quando recebeu o convite de uma multinacional do segmento cosmético para liderar o desenvolvimento da categoria de perfumaria na América Latina. “O desafio de inovar dentro de uma empresa já desenvolvida foi enorme, mas também muito gratificante. Foram quatro anos de muito aprendizado e troca”, conta Larissa.


Os caminhos das duas empreendedoras se cruzaram na mesma empresa. “Liderava a área de Comunicação e, paralelamente, me dedicava à formação terapêutica, investindo em cursos de holística e programação neurolinguística. Esse background não só influenciou a minha trajetória profissional como me levou a uma transformação pessoal sobre quem eu sou e o que eu realmente quero fazer. O encontro com a Larissa e sua visão sobre inovação confirmou que tínhamos o mesmo propósito de mudar o mercado no Brasil e ajudar o consumidor a entender mais sobre perfumaria, vivenciar novas experiências e rotas olfativas”, diz Luciana.


Mas a vontade de empreender trouxe desafios, como conciliar a ideação e o desenvolvimento da Amyi à rotina familiar e a difícil tarefa de buscar investimento. O primeiro aporte de R$ 400 mil foi levantado numa rodada de investimento anjo com conhecidos e amigos que acreditaram no projeto. “É um desafio ser mulher e empreender no Brasil, mas acreditamos que o olhar feminino, a intuição e cooperação resultam em mais coragem, determinação e iniciativa”, afirma Larissa.


A Amyi foi lançada em novembro de 2019, após apenas nove meses de desenvolvimento e encontros colaborativos com consumidores. Cinco meses após o lançamento, veio a primeira conquista: o perfume Amyi VIII foi nomeado finalista do The Art and Olfaction Awards, prestigiada premiação internacional que reconhece a perfumaria criativa independente ao redor do mundo, na categoria Perfumaria Independente, primeira vez que uma marca brasileira alcança esse feito.


No final de novembro a Amyi completa um ano. Sua proposta de valor relevante e o potencial real de um negócio capaz de realizar a transformação a que se propõe chamou a atenção dos investidores, que aportaram R$ 1 milhão na startup, a segunda rodada anjo.


O investimento milionário foi liderado pelo GVAngels, grupo de investidores-anjo formado por ex-alunos da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e completado pelo Fundo Wishe.

“A Rafaela Bassetti, CEO da Wishe, foi nossa parceira desde o início. Caminhou com a gente, nos apoiou, motivou e sempre acreditou na nossa capacidade e vontade de criar algo totalmente novo. Nossas conversas e encontros foram fundamentais nessa jornada. O trabalho realizado pela Wishe valoriza, apoia e capacita empresas fundadas por mulheres e é fundamental para transformar a sociedade e inserir mais mulheres nos negócios”, afirma Luciana.

"Ficamos muito felizes e orgulhosas em ter a Amyi como parte do nosso portfólio, uma empresa disruptiva no grande e tradicional mercado de perfumaria no Brasil, liderada por duas empreendedoras brilhantes, com profundo conhecimento de mercado e enorme capacidade de execução. Foi incrível acompanhar e ver uma empresa fundada por mulheres sendo reconhecida pelo alto potencial de crescimento, valor econômico e impacto social", conta Rafaela Bassetti CEO da Wishe.


A história da Amyi com a Wishe reafirma a importância da colaboração entre mulheres e vê o empreendedorismo feminino como peça fundamental não apenas para o crescimento da economia, mas também para transformar o mundo dos negócios em um lugar de mais empatia, resiliência e inovação. E é com inovação e vontade de mudar o modo como o brasileiro entende e consome perfumes que a Amyi deseja ser a marca de perfumaria premium brasileira mais reconhecida no mundo.



Luciana Guidi

Co-founder Amyi


14 visualizações
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

Venha nos conhecer!

Rua Mateus Grou, 576 Pinheiros | São Paulo - SP

Blog

Contato

FAQ

© 2020 Wishe Capital. All rights reserved.

Receba nossa Newsletter

Privacy Policy | Terms & Conditions